PROPAGANDA ELEITORAL. CNPJ 38.641.801/0001-09

Vereador cristão de São Paulo combate alteração que proíbe Jesus nas escolas

Vereador cristão de São Paulo, Rinaldi Digilio, combate alteração que proíbe Jesus nas escolas

A contagem dos anos na Era Cristã e a história de Jesus são ameaçadas nas escolas do estado de São Paulo. O vereador cristão de São Paulo, Rinaldi Digilio, combate essa ameaça com informação na Câmara Municipal.

Vídeo de uma professora que circula na internet, aborda a tentativa de excluir Jesus Cristo da história relatada nos materiais didáticos fornecidos pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

No vídeo, a profissional da educação fala sobre a possibilidade de a Secretaria substituir os termos antes de Cristo (a.C.) e depois de Cristo (d.C.) por antes da era comum (AEC) e era comum (EC), respectivamente. Indagada, a professora esclareceu que trata-se de uma norma da rede pública de ensino do estado de São Paulo, sob a alegação de que a.C. e d.C. “seriam termos muito cristãos”.

Diante da polêmica, a Secretaria da Educação negou a mudança e informou que os materiais didáticos seguem o padrão já estabelecido.

“As crianças estão sendo ensinadas, diariamente, a apagarem Jesus Cristo de suas vidas. Somos um país e uma sociedade guiados por valores e pela cultura judaico-cristã. Tentar pagar isso é como apagar o que somos”, alertou o vereador cristão de São Paulo.

Digilio destaca ainda que isso pode ser o início de algo ainda maiore, caso não seja combatido o quanto antes, pode dar margem à mudança do nome do estado e da cidade, por exemplo.

“Ao invés de São Paulo, vão colocar só o nome de Paulo. Afinal, São Paulo faz referência ao apóstolo Paulo. Querer mudar a nossa história e não reconhecer aqueles que colocaram os pilares, os patamares e os primeiros marcos é algo ridículo”, disse o vereador.

Sob o pretexto de garantir um estado laico, a esquerda pretende implementar um estado ateu. “Estado laico significa sem religião oficial, onde as pessoas são livres para professar a sua fé. Não é um estado onde é proibido ter fé”, completou Digilio.

Em três anos de mandato, Rinaldi Digilio apresentou mais de 30 projetos para honrar as igrejas e os cristãos e conseguiu derrubar mais de 50 projetos de vereadores que  afrontaram seus valores.

Veja o discurso do vereador Rinaldi Digilio contra apagar Jesus da história.

Escolas apagam Jesus da História!

Um vídeo mostra uma professora dizendo que a Secretaria da Educação de SP tiraria os termos Antes de Cristo e Depois de Cristo dos materiais e usar o termo "Era Comum", porque são expressões "muito cristãs". Fui cobrar o Governo e descobri algo muito maior por trás! 👇👇👇#FÉeCIDADANIA #SPtemJeito

Posted by Rinaldi Digilio on Thursday, September 3, 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *