Nota sobre veto do prefeito a projeto para diabéticos

Nota sobre veto do prefeito a projeto para diabéticos

São Paulo, 8 de junho de 2018

Recebi na manhã desta sexta-feira, com muita tristeza, o veto do prefeito Bruno Covas ao Projeto de Lei n° 771/2017, que garantiria prioridade aos diabéticos na coleta de exames que exijam jejum.

A medida inovadora, já adotada em mais de uma dezena de cidades e estados do Brasil, evita que pessoas com diabetes sofram com hiper e hipoglicemia nas filas, aguardando exames de sangue, que não tem marcação prévia.

Infelizmente, por conta desse veto do prefeito, esse grave problema continuará a ocorrer e cidadãos poderão morrer.

Lamento muito, pois era um projeto que, além de útil, não gerava custos e melhoraria o sistema de saúde de São Paulo, tão precário e cheio de problemas. Tanto que o projeto havia sido aprovado em duas votações, por unanimidade, entre os vereadores de São Paulo.

É muito triste essa decisão, visto que projetos que custam caro aos cofres públicos e não trazem qualquer melhoria para a população ainda não foram vetados e até serão ou foram sancionados.

Não desistirei dessa luta. Irei apresentar um novo projeto neste rumo até que a Prefeitura e o prefeito reconheçam a importância de preservar a vida dos diabéticos.

Sou o vereador que mais projetos viraram leis, mesmo sendo parlamentar de primeiro mandato. Em 500 dias como vereador, 12 de meus projetos viraram leis e muito disso é por minha insistência.

Não vamos desistir!

Vereador Rinaldi Digilio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *