Justiça manda retirar do ar especial de Natal Porta dos Fundos

Justiça manda retirar do ar especial de Natal Porta dos Fundos

O desembargador da 6ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, Benedicto Abcair determinou nesta quarta-feira (8) que a Netflix suspenda a exibição do especial de Natal Porta dos Fundos.

A decisão foi tomada em uma liminar, após um recurso movido pelo Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, que alegou que “a honra e a dignidade de milhões de católicos foram gravemente vilipendiadas pelos réus”.

Na decisão, o desembargador afirmou: “Minha avaliação, nesse momento, é de que as consequências da divulgação e exibição da ‘produção artística’ (…) são mais passíveis de provocar danos mais graves e irreparáveis do que sua suspensão, até porque o Natal de 2019 já foi comemorado por todos”.

Especial de Natal Porta dos Fundos

O Especial de Natal Porta dos Fundos da Netflix causou polêmica e repúdio dos cristãos, maioria no Brasil, após distorcer fatos bíblicos, com o claro objetivo de afrontar e desrespeitar a fé cristã.

A produção despertou reações, protestos e ações judiciais contra os crimes cometidos pelos humoristas.

Vereador que mais trabalha em São Paulo pelo respeito a fé cristã

O vereador de São Paulo, Rinaldi Digilio, foi uma das lideranças mais atuantes no combate ao Especial de Natal Porta dos Fundos, inclusive, promovendo um abaixo-assinado endereçado ao Ministério Público para pedir a retirada do filme do ar.

Rinaldi Digilio é o vereador que mais trabalha em São Paulo pelo respeito a fé cristã, inclusive, já atuando em casos como da exposição do Santander e combate a ideologia de gênero nas escolas municipais.

One thought on “Justiça manda retirar do ar especial de Natal Porta dos Fundos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *